Atualizando informações ...

História de um Bocadinho de Pão

Ref: 700650000011
Modelo: Jean Macé

Não disponível
Sobre o Livro

"A partir do pretexto de um bocadinho de pão comido por uma menina, Jean Macé faz um estudo completo sobre as diversas transformações que o pão passa no organismo e com isso vai ensinando como funciona o corpo humano em uma linguagem clara e fluente. Originalmente, endereçado a uma menina, o livro pode ser lido por todas as crianças, bem como os adultos. A maior importância de uma nova publicação, atualizada ortograficamente, do presente livro, parece ser em constatar a visão histórica sobre os conhecimentos que a sociedade considerava ideal para as meninas de uma determinada classe social no século XIX. O leitor tem agora a oportunidade de acesso à fonte e verificar como se dava o processo de aprendizado e assim dialogar com uma estrutura narrativa que, além do conhecimento científico, procurava formar o coração e o espírito das meninas."

Sobre o Autor Sobre a Editora Características

Jean Macé (1815-1894) foi professor, jornalista e político. Teve uma excelente educação no Stanislas College, em Paris. Trabalhou para o jornal La République. Foi forçado a deixar Paris após o golpe de 2 de dezembro de 1851 de Louis-Napoleon Bonaparte, encontrando refúgio na Alsácia (Beblenheim, Alto Reno), onde aplicou seu conceito de pedagogia em uma escola de meninas. Com o título de mestre, teve a ideia de escrever para as crianças com o intuito da divulgação da ciência. Publicou História de um bocadinho de pão (1861) que tinha tal propósito. O livro foi um grande sucesso. Trabalhou para a educação das massas e fundou Le Magasin d'éducation et de récréation em 1864 com o editor Pierre-Jules Hetzel, criando então a Liga da Educação (Ligue de l'enseignement) em 1866, que luta pelo estabelecimento de uma escola livre, obrigatória e secular. Foi nessa época que ele fez amizade com o oficial Louis-Nathaniel Rossel, um defensor da educação da classe trabalhadora. Jean Macé faleceu e foi enterrado em Monthiers em 13 de dezembro de 1894. Suas cinzas foram transferidas para Beblenheim em 15 de julho de 1946.

Meu Carrinho

Continuar Comprando