Atualizando informações ...

Haicais para Diadorim

Ref: 700120000239
Modelo: Carlos Viegas

Não disponível
Sobre o Livro

"Mobilizado pela temática rosiana, Viegas decidiu dobrar a aposta e criar um pequeno oratório para celebrar o amor de Riobaldo e Diadorim ? personagens centrais de Grande sertão: veredas. Em haicais para Diadorim, o autor entregou-se ao estado de surpresa, dúvida e paixão de Riobaldo e criou uma espécie de diário para celebrar o amor do jagunço por Diadorim (quase um haibun, diário de viagem intercalado por haikus, na tradição japonesa). No caso desse diário, em sua oficina Viegas abdicou da ?ausência do eu?, um dos preceitos que devem governar o haijin na composição do haicai. Encadeando cento e vinte e oito poemas, perseguindo as formas abrasileiradas de composição, o autor chegou a composições muito sensíveis, em alguns casos estupendas, como as seguintes: Com ele calado A gente chegava num lugar Sem ficar mais perto Um acanhamento Eu queria um abraço Coragens faltavam Não me arrependo Ver o fim do sol nas palmas No olhar dele Nós dois a cavalo A gente ia indo E o campo cheirava do texto de Rodolfo Witzig Guttilla"

Sobre o Autor Sobre a Editora Características

                                         

Meu Carrinho

Continuar Comprando